25 julho, 2016






PINDORAMA IN FLAMES

July 25 - August 21, 2016 | 12 - 6 PM
203 Harrison Pl, Brooklyn, NY​
Please email larissa@annexb.net to book a visit
AnnexB is proud to announce that the Brazilian artist Mag Magrela is back in New York after almost two years since her visit to the city.

Mag’s murals of orange-colored women have become well-known in Sao Paulo and beyond, and her studio works are extensions of the artist’s street works. “I came from the street walls to canvas and the two are equally important to me. This is how I feel complete”, says Mag.

Mag will be in New York this summer to paint murals around the city. Looking for a deep cultural exchange, she also decided to have her own open door studio in the city to share her work and experience with visitors.

‘Pindorama’ in Tupi means land of the palm trees, a land free from evil. That was the name the Natives called Brazil before the colonization. Inspired by the always present dichotomy of the utopia of the perfect world and the reality, Mag named her studio Pindorama in Flames. She will bring a piece of Brazil to New York and expose the current momentum her home country is going through, without losing hope for better days – after the fire, a new beginning emerges.

Visiting her studio will be a unique opportunity to meet Mag, see her art and learn about her work process.


18 julho, 2016




Foto: Trivela Coletive
 

Foto: Fernando Gomes

                                                                             "armas contra o fascismo"  

"A casa caiu"
técnica mista s/ canvas 

"rueira"
técnica mista s/ canvas

"atire a primeira pedra quem cego nunca ficou"
técnica mista s/ canvas

"Lute como uma garota" 
técnica mista s/ canvas

"a colecionadora de cabeças que mexeram com ela na rua" 
técnica mista s/ canvas

"não trago seu amor de volta" 
| técnica mista s/ canvas

Foto: Paulo Espirito

Teaser: Trivela Coletive

Video Completo da Exposição "Não trago seu amor de volta"







Pernas pra que te quero.

Provar pra quem mesmo 

a capacidade nata que azedou meu angú?

Pertencer é sentença que se escolhe.

Na guerra não se ouve música,
não se pinta nas ruas,
não se dança nas praças.
Por falar nisso quem cala consente
o laço mal dado.
Não falo a língua do batecum das panelas.

Por falar nisso essas estão cheias de terra.
Mistura do mesmo pó.

Que serviu de chão pro quilombola.
Que enterrou enfim os filhos de tupã.




Exposição Individual "Não trago seu amor de volta" 
                                    King Cap | São Paulo | SP | 2016
Graffiti: "Armadora de Cilada" | Atelie Muriqui | SP | 2016
Graffiti: "Bela, Recatada e do Lar" | Paraíso | SP | 2016
Graffiti: "No meu tempero tem fuligem, fácil do vento levar" | Praça da arvore | SP | 2016



29 abril, 2016











foto: Alex Ferro






foto e video: #osindios




foto: Valdecir Rosa




Graffiti: "funebre: algumas mortes em vida"
projeto mulheres em fúria 
SESC Santana | São Paulo | SP | março | 2016

Exposição: "Queimadas"
Curadoria: Marco Antonio Teobaldo
Flyer: Ozi
Fotos: Alex Ferro e OsIndios 
INP, instituto dos pretos novos 
Gamboa | RJ | março | 2016

Graffiti: "pé quente"
foto: Valdecir Rosa
Hotel e spa da Loucura
Rio de Janeiro | maio | 2016